SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Comunicação

Leilão do 5G é marcado para 4 de novembro

A direção da Anatel aprovou a proposta após análise realizada pelo Tribunal de Contas da União este mês

Publicado

em

em Brasília, o leilão das faixas a serem exploradas para a oferta de acesso por meio da tecnologia 5G, que amplia a velocidade da conexão
Foto: Pixabay

A diretoria da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou hoje (24), em Brasília, o leilão das faixas a serem exploradas para a oferta de acesso por meio da tecnologia 5G, que amplia a velocidade da conexão móvel.

O leilão será no dia 4 de novembro. A direção da Anatel aprovou a proposta após análise realizada pelo Tribunal de Contas da União este mês.

Com alta velocidade e baixa latência (o tempo de resposta entre o envio e recebimento de dados), a implementação do 5G no Brasil promete trazer diversas inovações tecnológicas que serão refletidas em maior produtividade, avanços na economia e na qualidade de serviços, com diversos equipamentos eletrônicos conectados e inteligentes, como carros, máquinas industriais e aparelhos médicos.

Diretores da Agência darão entrevista coletiva hoje à tarde para detalhar o formato do leilão aprovado.

Comunicação

“Naquela Mesa”, do Governo da Bahia, vence Profissionais do Ano

O filme criado para alertar sobre os efeitos da Covid-19 nas famílias conquistou o Prêmio, na categoria Valor Social

Publicado

em

A cerimônia foi transmitida pelo Globoplay. A Bahia mais uma vez foi destaque na premiação. O vídeo “Naquela Mesa”, campanha do Governo do
Foto: Reprodução

Os vencedores da 43ª edição do Prêmio Profissionais do Ano, iniciativa da Rede Globo que reconhece e celebra a publicidade brasileira, foram conhecidos nesta sexta-feira (19). A cerimônia foi transmitida pelo Globoplay. A Bahia mais uma vez foi destaque na premiação. O vídeo “Naquela Mesa”, campanha do Governo do Estado da Bahia de conscientização sobre os efeitos devastador da Covid-19, ganhou na categoria Valor Social.

“É uma conquista grandiosa não só para o Governo da Bahia, mas para nosso estado. Esta é uma das maiores premiacões deste segmento em todo o país e, além de reconhecer a qualidade do trabalho que temos desenvolvido na comunicação, mostra mais uma vez a sensibilidade e responsabilidade com a qual este tema tem sido tratado pelo governador Rui Costa e pelo governo como um todo”, comemorou André Curvello, secretário de Comunicação Social do Estado.

Confira o anúncio da premiação
Naquela Mesa
  • Agência: Morya
  • Anunciante: Governo da Bahia – Secretaria de Comunicação Social
  • Direção de criação: Bruno Cartaxo
  • Equipe de criação: Bruno Cartaxo, Guilherme Nunes Caccicco, Gabriel Rocha, Renato Nunes
  • Direção: Márcio Cavalcante
  • Atendimento: Janaina Santana, Letícia Martins
  • Mídia: Rosana Ramos, Francine Barreto, Leonardo Araújo, Márcia Guimarães
  • Produtora de Vídeo: Macaco Gordo
  • Produtora de Áudio: Estúdio ELOS

 

Continue Lendo

Comunicação

Facebook parece ter sido programado para desinformação

Um memorando interno avisou que a plataforma havia permitido o crescimento do discurso de ódio e das fake news

Publicado

em

O Facebook admitiu que partes centrais de sua plataforma parecem programadas para espalhar desinformação e conteúdo divisivo, de acordo com
O documento acrescenta que as funções básicas do Facebook “não são neutras”. Foto: Pixabay

O Facebook admitiu que partes centrais de sua plataforma parecem programadas para espalhar desinformação e conteúdo divisivo, de acordo com uma nova onda de documentos internos que mostraram que a empresa de mídia social lutou para conter o discurso de ódio no mundo em desenvolvimento e relutou em censurar organizações de notícias americanas de direita.

Um memorando interno avisou que a “mecânica do produto central” do Facebook, ou seu funcionamento básico, havia permitido que o discurso de ódio e a desinformação crescessem na plataforma. O memorando acrescenta que as funções básicas do Facebook “não são neutras”.

“Também temos evidências convincentes de que nossa mecânica de produto principal, como vitalidade, recomendações e otimização para engajamento, são uma parte significativa do motivo pelo qual esses tipos de discurso florescem na plataforma”, disse o memorando de 2019.

Referindo-se à unidade de segurança do Facebook, o documento acrescentou: “Se a integridade assumir uma postura de mãos livres para esses problemas, seja por razões técnicas (precisão) ou filosóficas, o resultado líquido é que o Facebook, como um todo, estará ativamente (se não necessariamente conscientemente) promovendo esses tipos de atividades. A mecânica da nossa plataforma não é neutra”.

O documento foi divulgado pelo New York Times nesta segunda-feira (25) como parte de uma onda de histórias de um consórcio de empresas de notícias liderado pelos Estados Unidos. As histórias do NYT  foram baseadas em divulgações feitas à Securities and Exchange Commission – o órgão fiscalizador financeiro dos Estados Unidos – e fornecidas ao Congresso de forma redigida pelo ex- funcionário do Facebook que se tornou consultor jurídico da denunciante Frances Haugen.

Os documentos também foram obtidos pelo Wall Street Journal, que desde o mês passado publicou uma série de denúncias sobre o Facebook.

Outros relatos divulgados referem-se à incapacidade do Facebook de lidar com o discurso de ódio e conteúdo prejudicial fora dos Estados Unidos. O incitamento ao ódio e à desinformação é substancialmente pior entre os usuários que não falam inglês, de acordo com vários relatórios dos parceiros do Facebook Papers.

Um exemplo dessa dificuldade foi o tempo que Facebook levou – quatro dias – para retirar do ar uma live do presidente Jair Bolsonaro em que ele leu uma fake news, associando vacina contra Covid-19 à Aids.

Continue Lendo

Comunicação

WhatsApp dá pane geral e usuários do twitter não perdoam

O Instagram também passa por problemas, não está sendo possível utilizar as ferramentas da rede social

Publicado

em

O aplicativo WhatsApp está fora do ar. O problema é mundial e afeta tanto usuários de Android quanto iOS. Internautas relataram no Twitter o
Foto: Reprodução

O aplicativo WhatsApp está fora do ar. O problema é mundial e afeta tanto usuários de Android quanto iOS. Internautas relataram no Twitter o problema e como sempre de forma bem humorada.

Ainda não se sabe as causas da instablididade. Segundo a plataforma Down Detector, as reclamações sobre instabilidade no WhatsApp aumentaram por volta das 12h40.

O Instagram também passa por problemas, não está sendo possível utilizar as ferramentas da rede social, como stories, abrir os perfis e conversar através do direct. Já no WhatsApp, as mensagens não estão sendo enviadas ou recebidas.

Ainda de acordo com o Down Detector, o problema também afeta o Facebook. Lembrando que essas três redes sociais pertencem à mesma empresa, o que sugere um possível problema no servidor.

Continue Lendo

Mais Lidas