SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Infraestrutura

Ponte que liga Barra a Xique-Xique será inaugurada nesta sexta (3)

É mais uma obra estruturante do Governo do Estado ligando o oeste baiano, via Vale do São Francisco, ao centro-norte

Publicado

em

Construída sobre o Rio São Francisco, a ponte que liga os municípios de Barra e Xique-Xique será inaugurada, nesta sexta-feira (3), pelo
Foto: Manu Dias/GOVBA

Construída sobre o Rio São Francisco, a ponte que liga os municípios de Barra e Xique-Xique será inaugurada, nesta sexta-feira (3), pelo governador Rui Costa. É mais uma obra estruturante do Governo do Estado, estabelecendo uma nova ligação entre a região do oeste baiano, via Vale do São Francisco, e centro-norte. Com cerca de 1 quilômetro de extensão, a ponte, que está situada na BA-160, resulta de investimentos de R$ 133 milhões, e vai e aproximar diferentes áreas, facilitar a vida da população e contribuir para o desenvolvimento econômico.

A nova ponte vai beneficiar, diretamente, mais de 2,5 milhões de habitantes dos municípios de Barra, Xique-Xique, Gentio do Ouro, Irecê, Itaguaçu, Piritiba, Central, América Dourada, Morro do Chapéu, João Dourado, Baixa Grande, Ipirá, Feira de Santana, Barreiras, Mansidão, Luís Eduardo Magalhães, Formosa do Rio Preto, Riachão das Neves, São Desidério, Bom Jesus da Lapa e Ibotirama.

O investimento engloba outras obras de melhorias na BA-160, integrante do Sistema Viário BA-052, como restauração de 28 quilômetros, implantação de baias de emergência e pontos de parada de ônibus, melhoria da geometria da rodovia e melhoria de acessos locais. As intervenções geraram cerca de 350 empregos diretos e 50 indiretos, e são fruto da Parceria Público-Privada (PPP) entre a Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) e a Concessionária Estrada do Feijão (Concef), com a participação da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) como agente fiscalizador.

Encurtando distâncias

“A ponte que liga Barra a Xique-Xique reduzirá o tempo de viagem entre os dois municípios de 30 minutos para, aproximadamente, 2 minutos. O novo equipamento permitirá um transporte com mais rapidez, conforto e segurança entre o Oeste baiano e outras regiões do estado, contribuindo para a atração de negócios em diferentes setores como no agronegócio, no turismo e na produção de energia a partir de fontes renováveis. Um importante instrumento para a geração de emprego e renda na Bahia”, explicou o titular da Seinfra, Marcus Cavalcanti

A ponte de 1 quilômetro vai reduzir de forma considerável o tempo de deslocamento terrestre entre cidades de diferentes regiões do estado. Um exemplo é a viagem, hoje, de Barra a Juazeiro, situada no norte baiano. O roteiro, passando por Ibotirama, soma 877 quilômetros e dura 13 horas. Com a ponte, saindo de Barra e indo por Xique-Xique em direção a Juazeiro, o trajeto será reduzido em 250 quilômetros, que equivale à redução de 3h30 no tempo de viagem.

Outras obras

Nos últimos 15 anos, o Governo do Estado investiu na construção e recuperação de uma série de pontes e passarelas que têm ajudado a interligar de forma mais rápida e segura diferentes cidades e facilitado a vida de seus habitantes. Entre essas se destacam a Ilhéus-Pontal (2020); ponte sobre o Rio Baetantã, em São Roque do Paraguaçu (2019); ponte sobre o Rio Itapicuru Mirim, na BA-381, entre Itiúba e Filadélfia (2018); ponte sobre o Rio Pratigi, em Ipirá (2017) e a ponte sobre o Rio de Ondas, em Barreiras (2013). Em 2010, foi construída a passarela Luiz Felipe de Souza Leão, que liga São Félix do Caribe e Santa Maria da Vitória.

Infraestrutura

Estado destina R$ 12,4 milhões para recuperar estradas vicinais

De início, serão atendidos 140 municípios que estão sob decreto de emergência

Publicado

em

O Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), está destinando R$ 12,4 milhões para a recuperação de estradas vicinais.
Foto: Divulgação/SDR

O Governo do Estado, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), está destinando R$ 12,4 milhões para a recuperação de estradas vicinais. A ação visa garantir a mobilidade nas estradas da população de comunidades rurais que cortam os municípios baianos e viabilizar o transporte dos produtos de agricultores familiares.

A iniciativa, que integra as ações emergenciais realizadas nos municípios mais atingidos pelas fortes chuvas no mês de dezembro, será executada via convênios com prefeituras municipais. Inicialmente, serão atendidos 140 municípios que estão sob decreto de emergência.

A estimativa é que até, a próxima segunda-feira (10), todos os municípios habilitados, com decreto de emergência, encaminhem os planos de trabalho para que os convênios sejam firmados até a próxima sexta-feira (14) e efetuados os pagamentos para dar início às obras de recuperação das estradas. Os recursos, que serão de R$ 50 a R$ 120 mil, por município, serão destinados a partir da extensão territorial.

De acordo com o secretário da SDR, Josias Gomes, os consórcios irão ajudar com seus equipamentos e maquinários, para recuperar as estradas que foram acordadas nas reuniões realizadas com os consórcios. “É um passo para que a normalidade econômica, proveniente da agricultura familiar, possa voltar a acontecer e, com isso, nós garantimos renda aos nossos agricultores, aumentamos a oferta de produtos nas feiras livres e evitamos o aumento de preço, que é, sem dúvida, um grande problema em um momento como esse”, afirma.

Serão firmados convênios com os consórcios Baixo Sul (Ciapra), de Desenvolvimento Sustentável Litoral Sul (CDS), Intermunicipal da Mata Atlântica (CIMA), Regional de Infraestrutura (Construir), de Desenvolvimento Sustentável da Costa do Descobrimento (Condesc), de Desenvolvimento Sustentável do Vale do Jiquiriçá (Convale), Intermunicipal do Sudoeste da Bahia (Cisudoeste), Intermunicipal do Médio Rio das Contas (Cimurc), Intermunicipal do Vale do Rio Gavião (Civalerg) e de Desenvolvimento Sustentável do Território de Identidade do Médio Sudoeste da Bahia (Cotemesb).

Continue Lendo

Infraestrutura

Governo da Bahia segue com obras de infraestrutura no Extremo Sul

A realização dos serviços é fruto da parceria entre a Seinfra e o Consórcio do Extremo Sul (Construir)

Publicado

em

As ações emergenciais na área de infraestrutura permanecem sendo feitas pelo Governo da Bahia, na região do Extremo Sul do estado,

As ações emergenciais na área de infraestrutura permanecem sendo feitas pelo Governo da Bahia, na região do Extremo Sul do estado, afetada pelas fortes chuvas deste mês de dezembro. Em Prado, a manutenção da ponte de acesso ao município, na BA-001, e do pavimento intertravado, além da limpeza das ruas, continuam em execução nesta quarta-feira (22). A realização dos serviços é fruto da parceria entre a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra) e o Consórcio do Extremo Sul (Construir).

Outras intervenções na região também são promovidas pela Seinfra. Em Itamaraju, o tráfego de veículos no KM 17 da BA-284, que faz a ligação com Jucuruçu, tem a previsão de ser liberado até o final do dia de hoje (22). A recuperação do desvio provisório, que rompeu neste trecho da rodovia, está em andamento. Na BR-489, os quebra-molas nos KMs 02 e 13, entre Itamaraju e Prado, devem ser implantados nesta quarta (2) para o controle de velocidade na via. Os três pontos da rodovia atingidos durante o período chuvoso, incluindo o KM 15, já se encontram devidamente sinalizados.

Telefonia celular

A ativação provisória de sinal de celular no distrito de Coqueiros, em Jucuruçu, para ajudar na operação especial do Governo do Estado no Extremo Sul baiano ocorreu na terça-feira (21). A instalação da Estação Rádio Base (ERB) móvel na localidade foi um pedido da Secretaria de Infraestrutura do Estado à Operadora Claro, para facilitar no atendimento aos moradores da região, principalmente na área da Saúde.

Mapeamento Conder

A Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado (Conder) concluiu o mapeamento de mais um município atingido pelas enchentes no sul e extremo sul da Bahia. As equipes do Social e de Engenharia, em parceria com a Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros e Prefeitura Municipal, mapearam 15 áreas no município de Prado. Foram detectados 231 imóveis afetados. Deste total, apenas um foi destruído pelas fortes chuvas. Além disso, foi identificada a necessidade de remanejamento de 168 edificações para áreas com maior segurança e menor risco de novos alagamentos.

O trabalho de mapeamento da Conder começou há uma semana e identifica as áreas mais afetadas pelas enchentes. Depois dessa coleta inicial de dados, a etapa seguinte será de estudos topográficos, considerando todas as variantes para a elaboração de projeto que irá possibilitar o início das obras de recuperação de moradias e pontos comerciais, que não foram destruídos, assim como a construção de novos imóveis em áreas seguras.

Durante este período, a Conder finalizou também o recolhimento de informações no município de Medeiros Neto, onde foram mapeadas 10 poligonais, totalizando 1.185 imóveis. O Centro Comercial da cidade foi a área mais afetada pela chuva. Foram danificadas 401 edificações; sendo 212 comerciais, 175 residenciais, cinco mistas e 14 institucionais. Sete imóveis ficaram totalmente destruídos.

Em Jucuruçu, o trabalho de mapeamento também já foi concluído. Nas áreas impactadas foram identificados 500 imóveis, 49 deles foram destruídos. Houve o cadastramento de 371 residências, 41 estabelecimentos comerciais, 12 edificações institucionais e 27 imóveis com função mista, sendo parte residencial e parte pequeno comércio.

Os trabalhos de recuperação dos imóveis serão executados em parceria entre o Governo do Estado e os consórcios intermunicipais de Infraestrutura.

Continue Lendo

Infraestrutura

Governo do Estado vai investir R$1,6 bi em água e esgoto

Recurso será destinado para ações que visam o avanço da prestação dos serviços de abastecimento esgotamento sanitário

Publicado

em

Saneamento (Embasa) terá o maior plano de investimentos para os serviços de água e esgoto dos últimos anos, o valor previsto é na ordem de R$ 1,6 bilhão.
Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), Leonardo Góes, informou que em 2022 a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) terá o maior plano de investimentos para os serviços de água e esgoto dos últimos anos, o valor previsto é na ordem de R$ 1,6 bilhão.

Segundo o titular da SIHS, o recurso será destinado para ações que visam o avanço da prestação dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, compreendendo a captação, tratamento e distribuição de água, bem como a coleta, transporte, tratamento e destinação adequada dos esgotos domésticos, isso nos 366 municípios atendidos pela empresa estadual.

“Esse é um investimento histórico da Embasa. A intenção é alavancar os investimentos para cumprir as diretrizes do novo marco legal do saneamento, que tem metas impostas, em especial a meta de universalização que é de 99% de cobertura para abastecimento de água e 90% de cobertura e tratamento de esgoto até 2033. O avanço dos serviços de saneamento contribui substancialmente para a redução das doenças de veiculação hídrica, como também, elevam o desenvolvimento social no estado. É um setor que além de promover a saúde da população, contribui para o crescimento da economia, com a execução de obras de saneamento básico que estimulam a construção civil”, afirmou Góes.

Ações que a SIHS destaca para o ano de 2022
Ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Salvador

Com investimento de R$ 75 milhões, o projeto prevê um incremento de vazão de 1,00 m3/s para o Sistema Integrado de Abastecimento de Água – SIAA Salvador, através da implantação de 9,2 KM de adutoras, beneficiando 787,5 mil habitantes da sede municipal da capital.

Ampliação do Sistema Esgotamento Sanitário de Salvador – Interceptor Paralela/ Lauro de Freitas

Com investimento de mais de R$ 280 milhões, estão em andamento as obras de ampliação do Sistema Esgotamento Sanitário de Salvador – Interceptor Paralela/ Lauro de Freitas. O projeto vai beneficiar cerca de 450 mil pessoas.

Ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Feira de Santana

Estão sendo investidos mais de R$ 250 milhões para a ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA) de Feira de Santana.

Com investimento de R$ 46 milhões, os trabalhos do Sistema Produtor – Setor Tomba, vão beneficiar 401 mil moradores das localidades de Limoeiro, Tomba, Muchila, Viveiros, Panorama, Aviário, Feira IX, Feira X, Jardim Acácia, Chácara São Cosme, Ponto Central, Serraria Brasil, Jomafa, Vila Olímpia. A obra está com 96% dos trabalhos executados e a previsão de conclusão é para fevereiro de 2022.

Já com as obras em andamento, na execução da 2ª etapa da ampliação do Sistema Produtor e Adutor de Feira de Santana serão investidos mais de R$ 141 milhões, beneficiando cerca de 1 milhão de pessoas. Na 3ª etapa, serão investidos R$ 62.647.909,56, beneficiando cerca de 600 mil habitantes.

Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Maracás

Com investimento estimado em R$ 140 milhões, o Sistema Integrado de Abastecimento de Água – SIAA de Maracás, atenderá os municípios de Irajuba, Itaquara, Itiruçu, Jaguaquara, Lafaiete Coutinho, Lagedo do Tabocal, Maracás, Planaltino, e as Localidades de Caboclo, Eucalipto, Lagoa dos Laços, Lajedinho, Marialva, Nova Itaípe, Povoado Amazonas, Santo André, Tiririca e Upabuçu.

O projeto prevê a captação de água através do Rio Paraguaçu, 221 km de adutoras, aproximadamente 75 mil metros de redes de distribuição, estação de tratamento de água e 12 mil metros de ligações domiciliares, beneficiando mais de 220 mil habitantes.

Continue Lendo

Mais Lidas