SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Infraestrutura

Governo do Estado vai investir R$1,6 bi em água e esgoto

Recurso será destinado para ações que visam o avanço da prestação dos serviços de abastecimento esgotamento sanitário

Publicado

em

Saneamento (Embasa) terá o maior plano de investimentos para os serviços de água e esgoto dos últimos anos, o valor previsto é na ordem de R$ 1,6 bilhão.
Foto: Mateus Pereira/GOVBA

O secretário estadual de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), Leonardo Góes, informou que em 2022 a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) terá o maior plano de investimentos para os serviços de água e esgoto dos últimos anos, o valor previsto é na ordem de R$ 1,6 bilhão.

Segundo o titular da SIHS, o recurso será destinado para ações que visam o avanço da prestação dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, compreendendo a captação, tratamento e distribuição de água, bem como a coleta, transporte, tratamento e destinação adequada dos esgotos domésticos, isso nos 366 municípios atendidos pela empresa estadual.

“Esse é um investimento histórico da Embasa. A intenção é alavancar os investimentos para cumprir as diretrizes do novo marco legal do saneamento, que tem metas impostas, em especial a meta de universalização que é de 99% de cobertura para abastecimento de água e 90% de cobertura e tratamento de esgoto até 2033. O avanço dos serviços de saneamento contribui substancialmente para a redução das doenças de veiculação hídrica, como também, elevam o desenvolvimento social no estado. É um setor que além de promover a saúde da população, contribui para o crescimento da economia, com a execução de obras de saneamento básico que estimulam a construção civil”, afirmou Góes.

Ações que a SIHS destaca para o ano de 2022
Ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Salvador

Com investimento de R$ 75 milhões, o projeto prevê um incremento de vazão de 1,00 m3/s para o Sistema Integrado de Abastecimento de Água – SIAA Salvador, através da implantação de 9,2 KM de adutoras, beneficiando 787,5 mil habitantes da sede municipal da capital.

Ampliação do Sistema Esgotamento Sanitário de Salvador – Interceptor Paralela/ Lauro de Freitas

Com investimento de mais de R$ 280 milhões, estão em andamento as obras de ampliação do Sistema Esgotamento Sanitário de Salvador – Interceptor Paralela/ Lauro de Freitas. O projeto vai beneficiar cerca de 450 mil pessoas.

Ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Feira de Santana

Estão sendo investidos mais de R$ 250 milhões para a ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA) de Feira de Santana.

Com investimento de R$ 46 milhões, os trabalhos do Sistema Produtor – Setor Tomba, vão beneficiar 401 mil moradores das localidades de Limoeiro, Tomba, Muchila, Viveiros, Panorama, Aviário, Feira IX, Feira X, Jardim Acácia, Chácara São Cosme, Ponto Central, Serraria Brasil, Jomafa, Vila Olímpia. A obra está com 96% dos trabalhos executados e a previsão de conclusão é para fevereiro de 2022.

Já com as obras em andamento, na execução da 2ª etapa da ampliação do Sistema Produtor e Adutor de Feira de Santana serão investidos mais de R$ 141 milhões, beneficiando cerca de 1 milhão de pessoas. Na 3ª etapa, serão investidos R$ 62.647.909,56, beneficiando cerca de 600 mil habitantes.

Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Maracás

Com investimento estimado em R$ 140 milhões, o Sistema Integrado de Abastecimento de Água – SIAA de Maracás, atenderá os municípios de Irajuba, Itaquara, Itiruçu, Jaguaquara, Lafaiete Coutinho, Lagedo do Tabocal, Maracás, Planaltino, e as Localidades de Caboclo, Eucalipto, Lagoa dos Laços, Lajedinho, Marialva, Nova Itaípe, Povoado Amazonas, Santo André, Tiririca e Upabuçu.

O projeto prevê a captação de água através do Rio Paraguaçu, 221 km de adutoras, aproximadamente 75 mil metros de redes de distribuição, estação de tratamento de água e 12 mil metros de ligações domiciliares, beneficiando mais de 220 mil habitantes.

Infraestrutura

Estado repudia ação que destruiu imóvel de Krajcberg em Nova Viçosa

O objetivo era evitar a invasão e destruição do patrimônio e garantir a integridade do bem

Publicado

em

Após ser informado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural do Estado (Ipac) sobre a tentativa de ocupação do imóvel pertencente ao espólio do artista Frans Krajcberg,

Após ser informado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural do Estado (Ipac) sobre a tentativa de ocupação do imóvel pertencente ao espólio do artista Frans Krajcberg, investida promovida pela prefeitura de Nova Viçosa, a Procuradoria Geral do Estado (PGE) solicitou reforço policial. O objetivo era evitar a invasão e destruição do patrimônio e garantir a integridade do bem. Apesar de ter sido coibida a investida inicial, ocorrida ontem (9), inclusive com o registro de queixa na delegacia da cidade, a empresa contratada pelo município retornou, nesta quarta-feira (10) pela manhã, e demoliu o imóvel.

O artista plástico polonês Frans Krajcberg, radicado em Nova Viçosa, deixou em testamento seus bens para o Estado da Bahia, restando claro por disposição de última vontade que tal patrimônio, inclusive imobiliário, deve ser utilizado prioritariamente para auxiliar na preservação de seu legado artístico. Em recente decisão proferida pelo juiz substituto da Comarca de Nova Viçosa, Renan Souza Moreira, o Poder Judiciário reafirmou que todos os bens deixados por Frans Krajcberg, incluindo seu acervo de obras de arte, devem ser administrados pelo Estado da Bahia, de acordo com sua conveniência e oportunidade.

Dessa forma, o ato ilegal da prefeitura de Nova Viçosa atenta não apenas contra decisão judicial expressa, como também viola a memória do grande artista. Diante de tal situação, a PGE adotará as medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis.

Continue Lendo

Infraestrutura

Estado autoriza pavimentação entre Palmeiras e Vale do Capão

O trecho pavimentado terá beneficiará o deslocamento de cerca de 10 mil habitantes locais e visitantes da Chapada

Publicado

em

Na cidade de Palmeiras, na Chapada Diamantina, o Estado da Bahia autorizou, nesta terça-feira (19), licitação para a pavimentação do
Foto: Manu Dias/GOVBA

Na cidade de Palmeiras, na Chapada Diamantina, o Estado da Bahia autorizou, nesta terça-feira (19), licitação para a pavimentação do trecho entre a BA-849 e o acesso ao distrito de Caeté-Açu, onde fica o Vale do Capão, importante destino turístico da região. O trecho pavimentado terá 17,9 quilômetros de asfalto e o investimento de R$ 22,1 milhões beneficiará o deslocamento de cerca de 10 mil habitantes locais e visitantes. O ato que anunciou outras obras na cidade contou com a presença do governador Rui Costa.

As localidades de Carmona, Pecuária e Campos de São João também receberão pavimentação asfáltica. Em convênio com a Prefeitura, a gestão estadual iniciará obras de drenagem em áreas alagadiças para implantação de quatro passagens no povoado de Casas Velhas e na comunidade quilombola de Serra Negra, importantes para o escoamento da produção agrícola e o desenvolvimento econômico e social de toda a região.

Obras em urbanização também foram anunciadas, somando um investimento de R$ 1,4 milhão. Na sede de Palmeiras, o Estado, por meio de convênio com a administração municipal, emitiu ordem de serviço para a pavimentação em paralelepípedo da Rua Professora Ivanilda de Araújo e Rua 2. Já no Povoado de Campo de João, serão pavimentadas as Rua Nossa Senhora da Conceição, do Casarão, da Escola 1 e da Escola 2. No Povoado de Pecuária, as Ruas Pecuária 1, Pecuária 2 e Pecuária 3 também serão pavimentadas.

Outra intervenção urbanística que será realizada é a requalificação do Córrego Lagedinho, que corta o centro da cidade. O Mercado Municipal de Palmeiras, na Praça Souto Soares, também será reformado. Além disso, o município de Palmeiras recebeu uma ambulância, tipo Van, por meio de cessão de uso autorizada pelo Estado da Bahia.

Educação

O Colégio Estadual Professora Nilde Maria Monteiro Xavier ganhará uma nova sede, com um investimento de R$ 20,8 milhões. O início do processo licitatório para a construção das novas instalações já foi autorizado. O novo colégio contará com um bloco de 10 salas de aula, auditório, refeitório, biblioteca, quadra poliesportiva coberta, vestiário e campo society, com pista de atletismo e arena de lutas.

O Estado firmou convênios com o a prefeitura de Palmeiras para a construção de uma nova quadra poliesportiva na Escola Municipal Manoel Afonso e para a conclusão das obras da Creche Municipal. Foi autorizada ainda cessão de um ônibus escolar rural para a cidade.

Infraestrutura hídrica

Também foi anunciado que o Estado da Bahia executará obras de construção do Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA) para as localidades de Gorgulho, Viena, Conceição dos Gatos, Riacho do Ouro e Vila. Também foram emitidas ordens de serviço para o início das obras do Sistema Simplificado de Abastecimento de Água (SSAA) para os povoados de Cruz do Meio, Cruz de Baixo, Panta, Olhos D’Água, Rio Grande e Tejuco.

Continue Lendo

Infraestrutura

Nordeste bate recorde de geração instantânea de energia eólica

Em 8 de julho, as turbinas eólicas produziram 14.167 megawatts (MW), o equivalente a 123,2% da demanda na região

Publicado

em

A energia eólica no Nordeste bateu novo recorde de geração instantânea (pico de geração), informou o Operador Nacional
Complexo de energia eólica, no município de Morro do Chapéu. Foto: Manu Dias/GOVBA

A energia eólica no Nordeste bateu novo recorde de geração instantânea (pico de geração), informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Em 8 de julho, as turbinas eólicas produziram 14.167 megawatts (MW), o equivalente a 123,2% da demanda na região.

Esse montante é suficiente para suprir o consumo de energia de todo o Nordeste por um minuto, sobrando 23,2%. Por um minuto naquele dia, a região tornou-se exportadora de energia eólica para o restante do país.

Os dados ainda estão em fase de validação pela ONS. Além do recorde eólico, o Nordeste atingiu o recorde de geração instantânea de energia solar. Às 10h28 da última terça-feira (12), a região produziu 2.963 MW solares. Isso equivale a 27,5% da demanda de todo o subsistema Nordeste naquele minuto.

Tradicionalmente, o mês de julho no Nordeste é conhecido como safra dos ventos, com os mais fortes no litoral da região impulsionando a produção de energia eólica. Esse foi o primeiro recorde de geração instantânea de energia eólica registrado em 2022. A ONS não descarta a possibilidade de que outros recordes sejam alcançados nas próximas semanas.

Segundo a versão mais recente do Boletim Mensal de Energia, do Ministério de Minas e Energia, a participação da energia eólica na matriz energética deverá aumentar de 10,6% em 2021 para 11,9% em 2022. A participação da energia solar deverá subir de 2,5% para 3,9% na mesma comparação.

Continue Lendo

Mais Lidas