SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Cultura

Podcast Simbolismo

Publicado

em

professor Leonardo Campos, entrevistado pelos jornalistas Emerson Miranda e Tainá Ribeiro, dá ao ouvinte uma aula sobre Simbolismo
Foto: Reprodução

No podcast de Literatura e Cultura de hoje, o professor Leonardo Campos, entrevistado pelos jornalistas Emerson Miranda e Tainá Ribeiro, dá ao ouvinte uma aula sobre Simbolismo na literatura brasileira, além de destacar a importância do francês Baudelaire e suas Flores do Mal.

Cultura

Del Feliz bota o público pra dançar na Tereza Batista

Ovacionado pelo público, o cantor era uma das atrações mais esperadas desta noite

Publicado

em

O cantor, compositor e cordelista Del Feliz se apresentou neste sábado (25), no palco da Praça Tereza Batista, no penúltimo dia do São
Foto: Monique Marins

O cantor, compositor e cordelista Del Feliz se apresentou neste sábado (25), no palco da Praça Tereza Batista, no penúltimo dia do São João da Bahia, no Pelourinho. Ovacionado pelo público, Del era uma das atrações mais esperadas desta noite. “Tá todo mundo feliz aqui hoje! A gente passou dois anos sem se divertir, então vamos brincar!”, disse.

No repertório, o mais puro forró. Entre os sucessos cantados por um dos maiores e mais premiados forrozeiros da Bahia estavam: Espumas ao Vento (Fagner), Frevo Mulher (Zé Ramalho) e Cometa Mambembe (Alcymar Monteiro). Além das autorais Pra Te Ninar, um xote romântico composto por Del e Fábio Salvador, e Mainha, um dos grandes sucessos do artista, composta por ele mesmo em homenagem à sua mãe já falecida.

Além de Del Feliz, passou ainda pelo palco da Tereza Batista a banda Flor de Maracujá. Artistas como Allana Matos, Cláudia Assis, Rosy Banda, Jorge Zárath e Júlio Dourado também se apresentaram na noite.

 

Continue Lendo

Cultura

João Gomes e Zé Felipe atrai multidão para o Parque de Exposições

O São João da Bahia é realizado pelo Governo do Estado com uma programação bastante diversificada

Publicado

em

banda baiana Filomena Bagaceira chamar todo mundo para a dança. A pista esquentou de vez com a apresentação de João Gomes
Foto: Rafael Martins/GOVBA

O terceiro dia do São João da Bahia no Parque de Exposições contou com a abertura do pernambucano Marquinhos Navais, que fez um show com direito a xote, arrasta-pé e muito piseiro. Em seguida, foi a vez da banda baiana Filomena Bagaceira chamar todo mundo para a dança. A pista esquentou de vez com a apresentação de João Gomes, que fez todo mundo cantar seus hits de sucesso, como “Meu pedaço de pecado”, “Aquelas Coisas e “Dengo”. O São João da Bahia é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Bahiatursa, com uma programação bastante diversificada.

Pela primeira vez na festa, o cantor João Gomes era uma das atrações mais esperadas da noite. “Na Bahia, a galera está sempre animada e a gente se anima mais ainda por estar no palco fazendo a festa, levando um pouco da alegria que a gente tem no coração para tentar passar para a galera também esse sentimento bom que é estar vivendo tudo isso”, declarou.

A enfermeira Maria Eduarda Biondi aguardava animada pela apresentação de João Gomes. “Nunca vi o show dele, então estou bem ansiosa. A festa está bem legal, excelente estrutura”. Acompanhando a namorada, o estudante Patrick Almeida falou sobre a escolha de curtir a festa em Salvador. “Geralmente eu vou para o interior nessa época, mas a iniciativa do Governo de valorizar o São João aqui em Salvador foi muito boa, porque é uma opção para quem não pode viajar”.

A expectativa também era grande para os shows do goiano Zé Felipe, Mari Fernandez, Pedro Libe e da veterana banda Limão com Mel, que há quase 30 anos agita o público com o forró eletrônico. Pela primeira vez em Salvador, a mineira Daniela Nery é fã do goiano Zé Felipe, famoso pelas canções “Malvada”, “Toma toma vapo vapo” e “Senta danada”. “Estou amando a festa. Estou falando para todo mundo de Minas que tem que vir conhecer Salvador e esse São João, que está sensacional. A programação está incrível”, disse a mineira de Montes Claros.

Neste domingo (26), as apresentações no Parque de Exposições começam mais cedo, às 15h, com as ‘borbulhas de amor’ de Fagner. Também sobem ao palco Elba Ramalho, Jonas Esticado, a dupla Israel e Rodolffo, além de Bell Marques. Para completar a programação, o rei da vaquejada Mano Walter faz a penúltima apresentação e o rei do forró temperado, Zelito Miranda, encerra a noite.

Na próxima quinta-feira (30) tem mais festa no Parque, com a comemoração dos festejos da Independência da Bahia. Às 19h, o Parangolé abre a noite. Se apresentam ainda Solange Almeida e Adelmario Coelho, Geraldo Azevedo, Juliette, Bruno e Denner e a banda Calcinha Preta. As atrações seguem até o dia 2 de julho, com shows de Safadão, Simone e Simaria, Saia Rodada, Estakazero, Filipe Escandurras, Psirico, Luan Santana, Carlinhos Brown, Daniela Mercury e outros artistas.

Conscientização

Cerca de 1 milhão de preservativos masculinos e femininos foram disponibilizados para o público durante os festejos juninos. A ação da Secretaria da Saúde (Sesab), junto com a Bahiatursa, intitulada ‘camisinha tá na mão’, tem como objetivo principal alertar baianos e turistas sobre a importância da prevenção contra infecções sexualmente transmissíveis e a prática do sexo seguro.

A ação acontece durante os festejos que seguem até o dia 2 de julho, em Salvador, Amargosa, Ibicuí, Ipiaú, Ilhéus e Itabuna. Panfletos informativos também estão sendo distribuídos.

Continue Lendo

Cultura

Forrozinho do Bailinho lota a Praça Quincas Berro D’Água

O grupo conhecido por cantar marchinhas de Carnaval trocou a folia momesca pelos festejos juninos

Publicado

em

Carnaval em seu repertório, trocou a folia momesca pelos festejos juninos e apresentou o Forrozinho do Bailinho para o público que
Foto: Mateus Pereira/GOVBA

A banda Bailinho de Quinta foi uma das atrações desta sexta-feira (25) da Praça Quincas Berro D’Água, no Pelourinho. O grupo conhecido por cantar marchinhas de Carnaval em seu repertório, trocou a folia momesca pelos festejos juninos e apresentou o Forrozinho do Bailinho para o público que lotou a praça. 

Para mergulhar ainda mais no clima junino, os instrumentos de sopro deram lugar à zabumba, sanfona e triângulo numa formatação completamente diferente da que os fãs da banda estão acostumados a ver. E isso resultou numa sonoridade cheia de galopes, arrasta-pés, xote, baião e com muito forró. 

Sucessos como Banho de Cheiro (Elba Ramalho), Olha Pro Céu (Luiz Gonzaga), Você Endoideceu Meu Coração (Nando Cordel), O Xote das Meninas (Luiz Gonzaga) e Me Diz Amor (Flávio José) fizeram o público ir ao delírio e dançar bem agarradinho. As obras de Dominguinhos, Alceu Valença e tantos outros legítimos representantes da cultura nordestina também foram brilhantemente revisitadas pela banda. O São João da Bahia é realizado pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa). 

Continue Lendo

Mais Lidas