SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Cultura

Genival Lacerda morre por complicações da Covid-19

O cantor estava internado na UTI desde o dia 30 de novembro, quando foi diagnosticado com pneumonia

Publicado

em

O cantor e compositor Genival Lacerda morreu nesta quinta-feira (7) por complicações da Covid-19. O cantor estava internado na UTI
Foto: Divulgação

O cantor e compositor Genival Lacerda morreu nesta quinta-feira (7) por complicações da Covid-19. O cantor estava internado na UTI desde o dia 30 de novembro, quando foi diagnosticado com pneumonia em decorrência da doença causada pelo novo coronavírus.

A notícia do falecimento foi confirmada por Genival Lacerda Filho, que revelou a informação em uma breve mensagem. “Painho faleceu”, disse ele em seus stories do Instagram.

Genival foi um dos forrozeiros mais irreverentes do Brasil. Com suas composições cheias de duplo sentido, emplacou vários sucessos, como “Severina Xique Xique”, “Galeguinho do Zói Azul”, “Mate o Veio”, entre outros e era figurinha carimbada em todas as festas juninas.

Entretenimento

Globo antecipa saída de Faustão e anuncia Leifert como substituto

Tiago Leifert estará à frente das tardes de domingo da TV Globo, até a estreia do novo projeto com Luciano Huck

Publicado

em

A Globo anunciou antecipadamente na tarde desta quinta a saída do apresentador Fausto Silva, 71, do Domingão do Faustão e oficializou Tiago Leifert
Foto: Divulgação

A Globo anunciou antecipadamente na tarde desta quinta-feira (17) a saída do apresentador Fausto Silva, 71, do Domingão do Faustão e oficializou Tiago Leifert como apresentador temporário do programa. A permanência de Faustão estava prevista até o final deste ano, antes da sua transferência para a Band.

Em comunicado, a emissora afirmou que as partes decidiram juntas pelo distrato antecipado “por razões estratégicas e internas”. “O apresentador Tiago Leifert estará à frente das tardes de domingo da TV Globo, até a estreia do novo projeto em desenvolvimento com Luciano Huck”, anunciou em nota.

Leifert passou por uma espécie de teste antes ao comandar o Domingão no último final de semana por conta da internação de Faustão, para tratar de uma infecção urinária.

Faustão anunciou sua saída da Globo, após 32 anos, em janeiro. A decisão teria sido tomada após a emissora propor uma mudança no dia de seu programa, para as quintas à noite. Com isso, foi determinado um ano de quadros especiais para marcar sua saída, como o Super Dança dos Famosos.

O quadro, no entanto, seguirá agora sob o comando de Leifert. Neste domingo (20), será revelado quem se juntará ao grupo de semifinalistas, que já conta com Maria Joana, Marcello Melo Jr, Paolla Oliveira, Lucy Ramos e Dandara Mariana.

A confirmação de Luciano Huck como substituto oficial após o término do Domingão do Faustão foi feita pelo próprio apresentador no programa Conversa com Bial, na noite de terça (15).

Confira a nota na íntegra:

O apresentador Tiago Leifert estará à frente das tardes de domingo da TV Globo, até a estreia do novo projeto em desenvolvimento com Luciano Huck. Por razões estratégicas e internas, a Globo tomou a decisão de antecipar a saída de Fausto Silva do programa, e juntos decidiram formalizar o distrato. Neste domingo, dia 20, vai ao ar a última rodada do mata-mata do ‘Super Dança dos Famosos’. O quadro revelará quem se juntará ao grupo de semifinalistas, que já conta com Maria Joana, Marcello Melo Jr, Paolla Oliveira, Lucy Ramos e Dandara Mariana.

Dançando os ritmos forró e rock, três casais se apresentam para garantir vaga na semifinal: a atriz Christiane Torloni, vencedora da edição de 2008 do quadro, com o professor Álvaro Reys; o ator Odilon Wagner, que ficou em terceiro lugar em 2011, com a bailarina Yasmin Marinho; e o ator Tiago Abravanel, terceiro colocado de 2013. Devido a uma lesão de Nathalia Zannin, Tiago dança com Brennda Martins, que já esteve como professora no ‘Dança dos famosos’ em 2018 e 2020.

Já na próxima semana começa a fase de repescagem, em que os outros nomes da competição ainda não classificados para a semifinal tentam voltar ao jogo. São eles: Mariana Santos, Claudia Ohana, Rodrigo Simas, Juliana Didone, Arthur Aguiar, Viviane Araújo, Carmo Dalla Vecchia, Nelson Freitas, Sophia Abrahão e Robson Caetano.

Continue Lendo

Entretenimento

Sucesso de lançamento, Loki tem 2º episódio no Disney+

O primeiro episódio bateu o recorde de audiência de atrações da Marvel na plataforma, no período de 24 horas

Publicado

em

Lançada na última quarta-feira (9), a série Loki, protagonizada por Tom Hiddleston, virou sucesso entre os fãs da Marvel. O segundo episódio,
Foto: Divulgação

Lançada na última quarta-feira (9), a série Loki, protagonizada por Tom Hiddleston, virou sucesso entre os fãs da Marvel. O segundo episódio, divulgado nesta quarta (16), pela Disney+ foi motivo de alvoroço nas redes sociais pela aparição de uma nova personagem.

O primeiro episódio de Loki bateu o recorde de audiência de atrações da Marvel na plataforma, no período de 24 horas, com 890 mil visualizações nos Estados Unidos e incentivou a plataforma a mudar datas de estreia de produções originais.

Sinopse

A história da série se passa logo depois que o personagem de Tom Hiddleston rouba o Tesseract, como mostrado no filme Vingadores: Ultimato (2019). Ele é chamado para dar explicações na AVT, organização burocrática que existe fora do tempo e do espaço, e é forçado a responder por seus crimes. Sob a tutela do agente Mobius M. Mobius (Owen Wilson), o protagonista precisa escolher entre enfrentar a exclusão da realidade ou ajudar a capturar uma ameaça ainda maior.

Elenco

Fazem parte da série, nomes como Gugu Mbatha-Raw, Sophia Di Martin, Wunmi Mosaku e Richard E. Grand e a série mostra a vida dos personagens depois dos eventos de Vingadores: Ultimato.

Continue Lendo

Pedra de Toque

Zumbi é quem manda

Não gostava de praia mas achava indispensável olhar o mar como meio de mera abstração, ou como recurso poético

Publicado

em

Foto: Pixabay

Marcus Borgón – Escritor

O poste projeta na diagonal um fiapo de sombra. As pessoas se abrigam miseravelmente em fila. O sol azeda o espírito. Desde muito novo isso me afetava. E daí me surgiu a infame ideia de uma alma europeia por natureza. O gene em menor quantidade bancava o corsário invasor, escravizando a maioria africana do meu sangue. Não gostava de praia mas achava indispensável olhar o mar como meio de mera abstração, ou como recurso poético (seja lá o que isso quer dizer).

No tempo em que morei em Campinas, sentia uma falta absurda do mar. Um frio de rachar os beiços. E olhava atônito para aquela mancha escura no céu pros lados da capital. O que havia de mais parecido com praia era o observatório da Unicamp. Durante o dia, a malucada botava fogo na Babilônia. À noite, virava motel com teto estrelado. Mas a Babilônia continuava em chamas. As pessoas de lá tinham mania de perguntar seu sobrenome. “É de que região?” Um orgulho parasita e vira-lata das raízes velhomundistas. Justamente nessa hora Zumbi organizou o levante. E Palmares avançou sobre a decrepitude ibérica. Uma pequena tribo indígena apareceu e canibalizou os usurpadores branquelos. Me reconciliei com o sol, areia e água salgada.

No caminho de volta, durante a viagem de 36 horas espremido numa lata velha da Itapemirim, meu vizinho de poltrona me contou que um cantor de reggae foi a um ensaio do Muzenza. O regente da bateria colocou a marcação para fazer a levada do baixo, e o repique pra simular a guitarra minimalista do ritmo jamaicano. Meio sem querer, acabaram criando um novo estilo. Enquanto isso, uma banda de roupas coloridas e crooner de voz esganiçada ocupava quase todo o dial com a história de um flerte mal sucedido. O império contra-atacava. É macuxi, muita onda.

Marcus Borgón colaborou com a revista de cultura
e literatura Verbo21. Publicou textos em jornais,
sites especializados em literatura, e coletâneas de contos.
É autor da novela ‘O Pênalti Perdido’ (P55 edições, 2016).

Continue Lendo

Mais Lidas