SIGA NOSSAS REDES SOCIAIS

Nacional

Motociclista cai da ponte Rio-Niterói e morre

O acidente aconteceu antes das 7h, na subida do Vão Central, em direção a Niterói

Publicado

em

Um motociclista caiu da Ponte Rio-Niterói depois de colidir com a traseira de um carro na manhã de hoje. O acidente aconteceu antes das 7h,

Um motociclista caiu da Ponte Rio-Niterói depois de colidir com a traseira de um carro na manhã de hoje. O acidente aconteceu antes das 7h, na subida do Vão Central, em direção a Niterói.

Segundo os bombeiros informaram, o motociclista tinha 46 anos, foi socorrido com vida e encaminhado ao Hospital Municipal Souza Aguiar. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o homem não resistiu aos ferimentos e chegou morto na unidade de saúde. O Vão Central da Ponte tem 72 metros de altura no ponto mais alto.

O homem foi retirado do mar com apoio do helicóptero do Corpo de Bombeiros, e o motorista do carro foi atendido por equipes de socorro da Ecoponte, concessionária que administra a via, e não precisou ser levado ao hospital.

Nacional

Morre a jornalista Cristiana Lôbo, aos 64 anos

Ela estava internada no hospital Albert Einstein, em São Paulo em tratamento de câncer

Publicado

em

A jornalista Cristiana Lôbo morreu nesta quinta-feira (11), em decorrência de um mieloma múltiplo, do qual se tratava havia alguns anos, agravado
Foto: Reprodução

A jornalista Cristiana Lôbo morreu nesta quinta-feira (11), em decorrência de um mieloma múltiplo, do qual se tratava havia alguns anos, agravado por uma pneumonia contraída nos últimos dias. Cris Lôbo tinha 64 anos e atuou no jornalismo por mais de 30 anos. Ela estava internada no hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Começou a carreira cobrindo a política do estado de Goiás, até se mudar para Brasília. Contratada pelo jornal “O Globo”, trabalhou por 13 anos no jornal, depois assumiu a coluna política do jornal o “Estado de S. Paulo”.

Em março de 1997 estreou na televisão, no canal fechado GloboNews e integrou o time de comentaristas do Jornal das Dez, além de marcar presença nos telejornais da casa. Cristiana Lôbo foi destaque no programa de Jô Soares, participando do Meninas do Jô.

A jornalista Leilane Neubarth se emocionou ao comentar a morte de Cristiana Lôbo, no jornal Conexão, da GloboNews

Mieloma

O mieloma múltiplo, ou apenas mieloma, tem início na medula óssea, quando ocorre um defeito celular. No momento em que os linfócitos B se diferenciam e se tornam plasmócitos, ocorre então uma mutação, ou seja, um erro em um ou mais de seus genes, que devido a esse erro, passam a produzir plasmócitos anormais.

Continue Lendo

Nacional

Bombeiros encontram sétima vítima de naufrágio no Rio Paraguai

Publicado

em

Bombeiros de Mato Grosso do Sul encontrou na tarde domingo (17) a última vítima do acidente de barco que tirou a vida de sete pessoas no Rio Paraguai,

O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul encontrou na tarde deste domingo (17) a última vítima do acidente de barco que tirou a vida de sete pessoas no Rio Paraguai, na altura da cidade de Corumbá (MS). Os corpos das seis outras vítimas já haviam sido encontrados. A identidade da sétima pessoa não foi informada pela corporação.

Participaram do resgate, que durou pouco menos de 48 horas, mergulhadores de diversas unidades, além de mergulhadores da Marinha. O barco naufragou na última sexta-feira (15), durante um vendaval na região.

De acordo com os bombeiros, havia 21 pessoas a bordo do barco-hotel. As águas turvas do rio, a forte correnteza e as características peculiares do barco-hotel, com labirintos e locais de difícil acesso, tornaram as buscas mais complexas.

A retirada da embarcação do Rio Paraguai é de responsabilidade do seu proprietário. A Capitania Fluvial do Pantanal (CFPN), subordinada ao Comando do 6°Distrito Naval, já intimou o representante dos proprietários para a tomada de providências.

Continue Lendo

Nacional

Sobe para 6 número de mortos em naufrágio no rio Paraguai

Até o momento, 14 pessoas foram resgatadas após a embarcação afundar. Uma pessoa continua desaparecida

Publicado

em

Ao menos seis corpos já foram encontrados vítimas do naufrágio de um barco-hotel, no rio Paraguai, na região do Tagiloma, no Mato Grosso do Sul. Os mortos foram localizados por equipes do Corpo de Bombeiros de Corumbá, a 415 km de Campo Grande. Até o momento, 14 pessoas foram resgatadas após a embarcação afundar, na tarde de sexta-feira (15), durante o vendaval na região. Uma pessoa continua desaparecida.
Foto: Divulgação

Ao menos seis corpos já foram encontrados, vítimas do naufrágio de um barco-hotel no rio Paraguai, na região do Tagiloma, no Mato Grosso do Sul. Os mortos foram localizados por equipes do Corpo de Bombeiros de Corumbá, a 415 km de Campo Grande. Até o momento, 14 pessoas foram resgatadas após a embarcação afundar, na tarde de sexta-feira (15), durante o vendaval na região. Uma pessoa continua desaparecida.

Das seis pessoas encontradas sem vida, duas foram identificadas: Fernando Gomes e Geraldo Alves eram passageiros do barco. A embarcação era usada pelo grupo para praticar pesca. Como a contratação do modelo do barco é feita, em geral, direto com o dono ou com quem pilota a embarcação, as informações sobre os passageiros não costumam ser repassadas à Marinha. Isso está dificultando a identificação das vítimas.

Ventos fortes

Os pescadores relataram que foram surpreendidos pela tempestade de areia que atingiu Corumbá nesta tarde, quando houve um forte vendaval, com ventos acima de 45 km/h e chuva. O grupo era composto por 12 goianos e nove tripulantes que moram na região.

O barco, conhecido na região como barco de esporte e recreio, afundou em trecho do Rio Paraguai, a cerca de 10 km de Corumbá.

“No rio Paraguai, na região do Tagiloma, uma embarcação de turistas chamada ‘Carcará’, com total de 21 pessoas embarcadas, foi atingida violentamente por esses fortes ventos, vindo a naufragar”, dizem os bombeiros.

Assim que a informação do naufrágio chegou aos bombeiros, foram montadas equipes de resgate com militares da unidade e da operação Hefesto, montada originalmente para combate aos incêndios florestais na região do Pantanal, em Corumbá.

Com auxílio da Marinha e de oficiais de Corumbá, as buscas foram intensificadas na manhã deste sábado. Pelo menos 12 mergulhadores e especialistas na área foram enviados de Campo Grande para a região.

Continue Lendo

Mais Lidas